Ao meu grande AMOR

terça-feira, 20 de abril de 2010 11:57 Postado por Yanne Lívia.



Repostando essa foto, porque eu AMO muito, e acho ela linda :)


_


Sabe, às vezes é estranho escrever sobre algo que não me machuca, porque nunca consegui isso antes, não dessa maneira. Acho que você realmente chegou para mudar algumas coisas, colocar o fim em algumas necessidades, mostrar o que realmente é abraço, sorriso e saudade. Eu já disse te amo para pessoas que não mereciam e foi você quem me fez enxergar isso. Eu sei que não sou uma pessoa muito fácil de lidar, tenho muitos defeitos e manias. Como você costuma dizer, "garota caminhão de besteira" que, com as diferenças, conseguiu mudar e mostrar pra você o que realmente é o amor. É muito bom e inexplicável saber que você pensa em mim todos os dias antes de dormir. Que faz planos, que tem saudades, medos e vontades. Fazer parte do seu futuro é o que eu pretendo para o meu, independente do que aconteça e de como aconteça, eu sei que vai acontecer. Se não for como desejamos, que seja da melhor maneira possível. Se não for sua mulher, que eu seja sua melhor amiga. Se não for o seu sol, que seja o brilho das estrelas. Se não for um sorriso, que seja um olhar. Se não estiver aqui, que eu esteja por ai. Se não conseguir me encontrar, mande me procurar mesmo que seja em suas lembranças, eu sei que ainda estarei lá. Se um dia a nostalgia se instalar, não se esqueça, eu estive, eu estou, eu sempre estarei ao seu lado. Desculpa por surtar às vezes, é a minha maneira de mostrar que você faz comigo o que ninguém nunca fez antes, você me fez viver a realidade. Você se tornou a minha realidade.

Eu não posso te prometer o para sempre, ele não me pertence.
Cultive o meu amor e fique por perto, isso deve ser o bastante. 


Post dedicado ao meu grande amor, David Dantas.


;*

Sua Opnião: 

0 Response to "Ao meu grande AMOR"

Postar um comentário

Todo blogueiro sabe que a opinião de seus leitores é importante, então fique à vontade para expor a sua opinião. Obrigada :)

_

Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser as pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.