Uma linda história de AMOR

Era dia 7 de outubro, Ana se lembrava bem. Como em todos os outros dias, ela se levantou, entrou embaixo do chuveiro, lavou seus cabelos, colocou uma roupa, comeu algo e foi pra escola. Quando a garota chegou em casa, abriu seu MSN. Um convite novo. ‘Aceite’, pensou ela. Foi por sua intuição, sempre ia. Era um garoto, chamado Bruno. Os dois começaram a conversar. Com o tempo descobriram que gostavam das mesmas bandas, das mesmas comidas, do mesmo tudo.
Tinha quase tudo em comum, exceto uma coisa: a cidade. O garoto morava em Londres. A garota, em Bolton, uma pequena cidade ao sul da Inglaterra.
Eles começaram a conversar mais e mais. Cada dia mais, cada vez mais. A mãe de Ana achou que estava viciada em internet, o que realmente estava. Ela estava certa, Ana não podia contrariá-la. A garota era apenas muito preocupada com seu futuro, não deixava de fazer lições de casa para entrar no computador. Mas assim que acabava, ligava logo o aparelho.
Era também o caso de Bruno. O garoto sempre que chegava da escola deixava o computador ligado, com o Messenger aberto. Desligava a tela do computador, e fazia a lição. Sempre tinha pouca, então ficava esperando Ana, até 6 da tarde, que era quando a garota entrava, mais ou menos.
Os dois começaram a conversar aos 17 anos, e foi assim. No começo dos 18 anos, aconteceu a coisa mais esperada pras amigas de Ana (sim, porque as amigas sabiam de tudo, e esperavam há cerca de 9 meses algo acontecer): Bruno a pediu em namoro.
E foi assim, se conheceram por um computador, namoravam por um computador. O que os dois tinham era maravilhoso. Uma coisa que as amigas de Ana jamais haviam experimentado, ou ouvido falar. Nem mesmo na ‘vida real’. Eles confiavam um no outro mais que qualquer casal que todas as amigas de Ana já tinham visto, ou ouvido falar. Isso requer, realmente, muita confiança. E eles se amavam. Quando as amigas de Ana passavam o dia na casa da garota, elas viam a conversa. Elas conseguiam sentir o amor.
Eles estavam completa e irrevogavelmente apaixonados. Não havia nada que mudaria aquilo. O tempo passou, os dois ficavam mais apaixonados a cada dia (o que ia totalmente contra as idéias de Marcela, amiga de Ana. A garota pensava que a cada dia que se passasse, a tendência era o amor se esvair. Eles provaram que estava errada). Todo dia de manhã, na hora da aula dos dois, Bruno ligava para a garota. A acordava, para começarem o dia com a voz um do outro. Um dia o garoto apareceu com a boa notícia: ele conseguiria ir para Bolton. Passaria um dia lá, pois viajaria.
Eles se encontraram à noite, em frente à ex-escola de Ana. Ela conversou com o garoto. Ana não quis beijá-lo.
- Vou ficar dependente de você. Sei que você é uma droga pra mim, é viciante. Então se eu te beijar hoje, não vou conseguir ficar mais um minuto longe de você. A gente vai se reencontrar. E ai, vamos ficar juntos pra sempre.
Ela disse e o abraçou. Com mais força do que já abraçou outra pessoa. E o garoto se contentou em encostá-la. Ele sabia que o que Ana estava falando era verdade. Eles IRIAM se encontrar. E IRIAM passar o resto da vida juntos. Ele tinha certeza que ela era o amor da vida dele. Bom, agora a ‘maldita inclusão digital’ se transformou na melhor maldita inclusão digital.
O tempo passou rápido quando eles estavam juntos. Se divertiram muito, e Bruno gostou da simpática cidade da sua namorada. Ele foi embora no dia seguinte, cedo demais para conseguirem se despedir.
O tempo passou, e o amor dos dois só ia aumentando. Passaram-se 6 meses desde que Ana tinha conhecido seu namorado pessoalmente, e Marcela ainda não entendia por que eles não tinham se beijado.
- Any, você já parou pra pensar que pode ter sido uma chance única?! Você foi idiota, você sabe disso, né? – A garota dizia, sempre culpando Ana.
Mas ela sabia o que era melhor pra ela. Já tinha cansado de explicar para Marcela. Não explicaria mais uma vez. Haviam 9 meses que os dois namoravam, e um ano que se conheciam. Eles se amavam muito, mais que qualquer pessoa que as amigas e amigos do casal já tinha visto. Um dia, Bruno apareceu com a notícia: ele conseguiu uma bolsa em uma faculdade em Bolton, e se mudaria para a cidade tão desejada.
Ana se chocou com isso. Por semanas se perguntou se sacrificaria o tanto que o garoto iria sacrificar por ele. Mas ela não era a maior fã de pensamento. Isso a fez mal.
- Any, deixa de ser besta. Você o ama, até eu posso perceber isso! E você sabe, eu não sou a pessoa mais esperta do mundo. – Marcela disse, encorajando a amiga.
- Eu sei, Marcela, mas... Ele tá desistindo da vida toda dele em LONDRES pra vir pra BOLTON! Por mim! – Ana disse – E pela bolsa que ele ganhou na faculdade, mas é mais por mim, ele me disse.
- Ana, presta atenção. – Ana olhou pra amiga. – Você não sabe quantas meninas invejam você. Não sabem mesmo. Eu, por exemplo, te invejo demais. Daria qualquer coisa pra ter um namorado como o seu. Vocês confiam tanto um no outro, e se amam tanto. Eu tenho até nojo de ficar no quarto com você quando você ta conversando com ele. É um amor que se espalha no ar, que nossa senhora! Eu consigo sentir os coraçõezinhos explodindo pelo quarto. Ai fica tudo rosa, e você fica com uma cara de sonho realizado pro computador! Any, pára de subestimar o que você tem. Deixa de ser idiota.
- Você é um amor, sabia? Marcela, não sei. Não dá. Eu não desistiria de tanto por ele, e eu acho injusto ele desistir de tanto por mim.
Marcela bufou. Porque a amiga tinha que ser tão burra?
Meses se passaram, o tempo passava rápido. Ana não terminaria o namoro por messenger, frio demais. Ela esperaria o namorado chegar.
A garota tentava adiar o máximo possível, por mais que quisesse ver o garoto de novo. Ele tinha um cabelo lindo, e olhos mais ainda. Ana conseguiria ser invejada por todas as garotas da cidade se fosse vista com ele. Mas ela não queria inveja. Queria seguir o seu coração. Quanto mais Ana queria adiar a situação, mais as horas corriam, e com elas os dias, as semanas, as quinzenas, os meses. O ano.
Chegou o dia; Ana esperou o seu futuro-ex-namorado onde se encontraram meses atrás.
Ela negou o beijo mais uma vez. O namorado ficou sem entender, mas aceitou.
- Olha, eu tenho que conversar com você.
- Diga. – Bruno sorriu.
- Quando você me disse ‘Vou me mudar pra Bolton’, eu fiquei feliz. Mais feliz que já fiquei há muito tempo. Mas depois eu comecei a pensar se faria o que você ta fazendo por mim. Você desistiu de toda sua vida em Londres, Bruno.
- Eu sei. Pelo melhor motivo na face da Terra.
- Não, não é. Eu sinto que eu não to sendo justa com você. E sem ser justa com você, eu não sou justa comigo. Eu não sei se eu faria o que você fez. Eu acho que não. Eu sou egoísta demais, eu não sei. Não quero mais ser injusta com ninguém, não quero dormir pensando isso. Há meses eu penso nisso, e fico com peso na consciência. E, de verdade, eu não sei se seu amor é o suficiente pra mim. – A garota disse e virou as costas. Foi andando para a sua casa. E ao contrario de momentos tristes clichês (n/a: eu odeio clichês), não estava chovendo. O céu estava azul, o sol brilhava, como raramente acontecia em Bolton. Mas o que estava dentro de Bruno (e de Ana) não era assim tão brilhante.
Para Ana chegar em casa, tinha de passar pela frente da casa de Marcela – era esse o motivo de um sempre estar na casa da outra; elas moravam lado a lado. A garota passou correndo, chorando, enquanto Marcela estava na janela. Marcela saiu correndo de casa – ignorando completamente o estado critico em que se encontrava: blusa dos ursinhos carinhosos, cabelo preso em um rabo-de-cavalo mal ajeitado, short curto de florzinhas e pantufas do tigrão – indo logo para a casa da amiga. Ela bateu a campainha, e a mãe da amiga atendeu. Disse que podia subir as escadas, Ana estava em seu quarto. Marcela subiu correndo, tropeçou, quase caiu 3 vezes – ‘Malditas escadas enormes’, pensava – mas chegou ao quarto em segurança (lê-se sem sangue escorrendo pela cara).
- Any! O que foi, amor? – A garota encontrou a amiga deitada, chorando em sua cama.
- O Bruno! – Ana não conseguia falar direito. Por essa mini-frase Marcela tinha entendido. Não tinha mais Ana e Bruno pra sempre e sempre e sempre e sempre. Agora era Ana.
A garota aprendeu a viver com a dor. Passaram-se 5 anos, Bruno estava formado em direito, era um advogado de sucesso, ainda morando em Bolton – nunca largaria a cidade que abrigava seu, ainda, maior amor. Ana era uma fotógrafa de sucesso, ganhava a vida fotografando famosos de todo mundo – mas não saíra de Bolton também, amava a cidade com todas e cada fibra de seu ser.
Bruno era melhor amigo de Ana, Ana era melhor amiga de Bruno. Ana tinha um noivo, um executivo de sucesso, que vivia de Londres pra Bolton, de Bolton pra Londres. Já Bruno sabia: por mais que tentasse achar alguém igual à Ana, não conseguiria. Só ela seria o amor da sua vida, que ele amava excepcionalmente. Nunca iria mudar.
Ana iria passar algum tempo fora da cidade, iria para a capital, fotografar uma banda inglesa. Iria dirigindo à Londres – depois de tanto custo para tirar a carteira de motorista, agora queria mostrar ao mundo que tinha um carro e sabia guia-lo.
Um carro. Dia chuvoso. Pista dupla. Um caminhão. Visão confundida. Bebida em excesso. No que isso poderia resultar? Não em uma coisa muito boa, com certeza. O caminhão bateu de frente com o carro de Ana. Ela não estava muito longe de Bolton, portanto ela foi levada para um hospital na cidade. O seu noivo, por sorte, estava em Bolton. Foi avisado, depois os pais, Marcela. E por ultimo, Bruno.
Ele se apressou em chegar ao hospital que Ana estava internada. Ele chegou antes mesmo de Felipe, noivo da garota. Bruno andou por corredores com luzes fluorescentes fracas, brancas, o que aumentava a aflição dele. Como estaria Ana? A SUA Ana? Ele nunca imaginou nada de mal acontecendo à SUA Ana. Ela sempre seria dele, amiga ou namorada. Seria dele.
Achou o quarto em questão, 842. Abriu a porta com cautela, e viu a imagem mais horrível que jamais poderia ter imaginado: Ana, sua Ana, deitada em uma cama de hospital, com ferimentos por todo o rosto e braços – as únicas partes de seu corpo que estavam aparentes. Ele chorou. Não queria ver a pessoa que ele mais amava em todo o universo daquele estado. ‘Frase clichê’, pensou, ‘mas porque não eu?’. As lágrimas caiam com força. Ele saiu do quarto com a visão embaçada pelas lágrimas; não sabia o que podia fazer.
Ele foi para o lugar do hospital em que se era permitido fumar, e fez uma coisa que não fazia desde que tinha conhecido Ana: acendeu um cigarro. Começou a fumar, e ficou sozinho lá, encarando a parede. Imaginando se teria sido diferente se ele tivesse continuado em Londres. Ele lembrava, foi quem apoiou o curso de fotografia.
- Ah, cara... – Ana chegou se lamentando.
- Que foi, Any? – Bruno sorriu.
- Eu tenho que escolher o que eu vou fazer da vida, mas... É difícil demais!
- Eu sei bem como é... Porque não tenta fotografia? – Bruno apontou para a máquina digital, que agora estava nas mãos da garota. – Eu sei que você adora tirar fotos.
- Bruno, sabia que você é um GÊNIO? – Ana sorriu e abraçou o melhor amigo. SEU melhor amigo.
Se ele não tivesse sugerido o curso, Ana não estaria no hospital à essa hora. Os pensamentos profundos do garoto foram cortados quando a porta se abriu, fazendo o garoto estremecer.
- Ah, que susto, doutor. – Bruno se virou.
- Desculpe. Você é Bruno, certo?
- Certo.
- Bom, você tem bastante contato com Ana, certo? – Bruno balançou a cabeça positivamente. – Nesse caso, eu sinto muito. Para sobreviver, a Ana precisaria de um coração novo.
A lista de espera por um coração é grande, e não sei se ela conseguirá sobreviver até chegar sua vez de receber um novo coração.Como poderia viver em um mundo sem Ana?! Saiu do lugar. Não podia esperar as coisas acontecerem, e ele ser egoísta e ficar em seu mundo, fumando até Ana ir pra outro lugar. Ele pegou um papel, uma caneta e escreveu um endereço, e um horário, uma hora depois daquilo. Entregou para o noivo de Ana, que agora estava na sala de espera.
- Já foi vê-la? – Perguntou Bruno. O noivo negou com a cabeça.
Ele saiu andando, saiu do hospital. Foi para seu escritório, pegou 3 papéis grandes e digitou 3 cartas. Uma para os pais. Uma para Ana. E uma sobre os desejos que tinha.Ele tomou um remédio depois disso. E dormiu, lenta e serenamente, dormiu. Não acordaria mais. Quando o noivo de Ana chegou, encontrou Bruno deitado no chão, sem pulso. Estava morto. Em cima da mesa, 3 cartas. Um recado para ele: "Eu não gosto de você. Nunca vou gostar. Mas mesmo assim, você tem que fazer algo que não poderei fazer. Leve meu corpo para o hospital, com essa carta em cima dele. A carta que está em cima das outras. Após isso, entregue a segunda carta para Ana quando ela acordar. E quando a noticia da minha morte chegar, entregue a terceira para os meus pais."
Assim acabava a carta. Felipe não acreditava no que lia. Não acreditou, e nem precisava. Correu para o hospital em seu carro. Ele entregou a carta e o corpo do homem, que agora estava ainda mais branco. Aconteceu na hora; o coração dele foi tirado e levado para Ana. Quando ela acordou, não muito depois, viu os pais dela, seu noivo e os pais do namorado de 6 anos atrás. Eles sorriam e choravam; ela não entendeu. Foi quando viu a carta com a letra dele, escrito o nome dela. Ela pegou a carta e leu, então. "Meu amor, bom dia. É hora de acordar. Eu não pude te ligar hoje, você estava ocupada. Por isso deixei essa carta. Sabe, eu não vou estar ai por um bom tempo, as pessoas sabem quando a sua hora chega. E eu aceitei a minha com a mesma felicidade que eu tinha quando te vi na frente da sua escola. A minha hora chegou quando seu fim estava próximo.Eu te prometi que te protegeria de tudo e qualquer coisa que acontecesse, e mesmo sem chamar, eu estive lá. Desta vez não me chamou, quis resolver sozinha, eu não podia deixar. Eu resolvi dar um fim então. Eu estava ficando cansado, o trabalho pesava demais. Mas porque agora? Eu não sei. Mas não teria sentido eu viver em um mundo que você não existe. Então eu decidi ir antes e ajeitar as coisas. Pra daqui a alguns anos nós conversarmos aqui na minha nova casa. Agora eu tenho que ir, meu amor. Esse coração no teu peito, esse coração que bate no teu peito. É o mesmo coração que está inundado do amor que você disse não ser o suficiente. É o mesmo coração que lhe dava amor todo dia. Por favor, cuide bem dele. Agora eu preciso ir, preciso descansar um pouco. Eu vou estar sempre contigo. Eu te amo! PS: Não sei se vou conseguir te acordar amanhã. Você me perdoa por isso?"
Então ela chorou. Chorou e abraçou os pais, os pais dele. Chorou como nunca, e tremia por tantas emoções passarem por seu corpo. Ana encarou o noivo. Terminou o noivado naquele dia. Não adiantava esconder algo que estava na cara: ela amava Bruno, e seria sempre o SEU Bruno. ELE era o homem de sua vida, não Felipe. O homem que sempre esteve lá, amando-a ao máximo. Em qualquer momento.
Ela chorou muito, e seguiu a vida. Todos os dias ela lembrava de Bruno. Viver em um mundo sem ele não fazia sentido. Mas não desperdiçaria todo o amor e que estava dentro dela. Ela podia sentir seu coração batendo. Ela lembrava a cada momento, que mesmo separados eles estavam juntos. Mas apenas uma coisa fazia seu coração se apertar, se contorcer de dor. Que fazia uma lágrima se escorrer sempre que pensava nisso.
Ela sentia falta daqueles beijos. Dos beijos que foram negados. Mas ela foi feliz. Morreu com seus oitenta e tantos anos. Mas era sempre feliz. Afinal, o coração do homem de sua vida batia dentro dela.

Sua Opnião: 

Nada pode me afastar de você!

Aonde quer que você esteja é onde eu estarei, não importa a distância, você nunca estará longe de mim. De algum modo eu te encontraria, moveria o céu e a terra para estar ao seu lado, eu andaria este mundo todo para caminhar ao seu lado. Nenhuma montanha poderia estar entre nós, nenhum oceano poderia ser tão largo, nenhum rio tão profundo para afastar seu amor de mim. Eu juro é a verdade, nada pode me afastar de você, não há disputa na qual eu não entre, nenhuma distância seria tão longa pra me manter distante, eu sempre acharia um jeito pra te mostrar que é verdade; Nada pode me afastar de você! Não há nenhuma montanha que eu não moveria só pra descansar ao seu lado e passar minha vida inteira olhando em seus olhos; eu juro, eu estou lá pra você, sempre!

Sua Opnião: 

- Amor...

- Quero ficar assim um pouco em silêncio. Só ouvindo você respirar... Deitada sobre teu corpo, eu penso:Como é bom te amar! Você agora respira baixinho. E as batidas do coração voltaram ao normal, o sorriso meio sem jeito, resultado do amor satisfeito, do ritmo frenético, um pouco em desalinho. Na medida certa do que se chama "sensual". As pernas trêmulas, Meu corpo colado ao teu! Constatar que não foi prazer apenas. Que é amor abençoado por Deus! Ergo o rosto com carinho e desejos Passeio sobre teu corpo...Vou até sua boca...Com meus lábios digo com beijos Que te amo...Que por ti sou louca. Você se ergue na cama teu corpo já descansado...E volta para mim com sede, com gana num ritmo meio apressado.

Sua Opnião: 

- É difícil ter em mente,

que uma simples decisão pode caber uma vida inteira. Ou duas.
Confesso que eu sempre sonho alto demais... Como se as coisas fossem tão fáceis como na TV. E mesmo assim eu continuo com essa idéia louca de menina de 10 anos que sonha com um príncipe encantado como na Cinderela.
Talvez, lá adiante, seja realmente como num conto de fadas. Ou chegue até perto dessa idéia. Quem manda nisso tudo é o destino né? Mas que tenha sorrisos, momentos, histórias para contar. Um arco-íris. Talvez céus nublados nos esperem mais adiante, silêncio onde deveria haver palavras, palavras onde deveria haver carinho. Depois faremos as pazes. Ou não?
Tudo o que sei agora é que eu te quero, você me quer e que temos todo o tempo e o espaço diante dos nossos narizes para fazer disso o melhor que pudermos. Se tivermos cuidado e sorte quem sabe dê certo? Não é fácil. Tampouco impossível.E se existe essa ponta de esperança, então não há nada mais sensato a se fazer do que perder a insegurança e arriscar. Soltar as mãos dos trapézios.Talvez nos esborracharemos no chão. Talvez saiamos voando. Não tem como saber se vai dar certo, mas a vida não tem nenhuma sentido se não for para dar o salto. Vamos tentar sem medo, afinal o amor está do nosso lado!


Eu te amo minha vida *--*

Sua Opnião: 

- No brilho dos seus olhos encontrar, a força que eu preciso pra te amar .


É aqui que te direi o que penso e sinto. Antes de começar a ler, ligue o som ao lado e escute a nossa música...(vc deve estar se perguntando qual delas, afinal, são tantas não é?! ;D. vou ser mais específica, escute: Preciso de Você - Victor e Matheus.) ;D

Meu amor, o que sinto não tem nome, não cabe nas nomificações que o ser humano dá a tudo que vê e percebe.
Quero que saibas que nenhum momento deixei de te amar, deixei de saber que és o homem da minha vida, a pessoa com a qual quero envelhecer e quero continuar a crescer. Quero fazer parte de sua vida, ser tua amada sempre e sempre e sempre.
Eu sei que nós dois somos um só, eu sei que nós temos tudo que faria feliz qualquer pessoa, somos as 4 estações, nos renovamos, nos amamos.
Sentir tudo que sinto por ti, me faz querer viver profundamente todos os dias, quero continuar vivendo e te amando para todo o sempre.
Que isso perdure, que não mude.
Sobe todas as escadas comigo?
Quero que saibas que meu amor é forte, belo e implacável. Te amo mais do que a mim mesma, talvez seja exagero, mais é a verdade, talvez fosse isso que Cazuza tentou dizer em sua música "Te trago mil rosas roubadas Pra desculpar minhas mentiras Minhas mancadas"... amor eu não te trago mil rosas roubadas, não tenho mentiras pra você, eu sei que sou exagerada, pra que fazer pouco quando se pode fazer muito?
Quero que saibas também que sou a mulher mais feliz desse mundo ao teu lado, me sinto a rosa do pequeno principe. ;D Obrigada por cuidar de mim. Você me cativou.
Há em você alguma coisa de mim. Alguma coisa que eu vejo e me acalma. Como se eu pudesse deitar de novo no lugar de onde vim, pois só você sabe que lugar é esse. Então você me entende. E eu não me entendo tanto quanto entendo de ti. Seja lá o que for, é incondicional. Com regras malucas que nós inventamos. O jogo de reflexo das nossas aparências. Escolhemos um ao outro. Não somos iguais. A verdade, que aflora aos sentidos, está, como sempre, nas diferenças.
O meu eu está em você antes mesmo de tê-lo percebido. Meu grande amor, minha vida, minha calma, meu céu.
ENTENDA, és minha vida, meu porquê, minha vontade, minha saudade, minha metade, meu vício, meu alucinógeno, minha tinta de pintar sorrisos, meu aplauso, minha vitória, minhas grandes conquistas, meu som, minha palavra... és tudo que preciso.Fica comigo pra sempre?

Sua Opnião: 

Quando um bebê decide vir ao mundo, nasce com ele uma mamãe.

19:04 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários


Amiiiga, estou muito feliz por vc! Vc sabe né o quanto eu sou sua babona desde o começo *---*
Meu sobrinho é MACHO!!! õ/
kkkkkk

Já amo demais esse anjinho lindo que tá dentro de vc!
Torço por vc amiga, sabe disso né?!
Que João Guilherme venha com muita saúde! ;D
tu sabe q eu vou babar pouco ele né mlr *----*



Amo vocês! ;D

Sua Opnião: 

Meu amor :)

Você me transforma, realiza a perfeição a cada segundo e teu sorriso a cada vez mais me faz sentir que é do teu lado que devo seguir. Você foi a melhor coisa que já me aconteceu... rápido nos conhecemos, rápido nos apaixonamos, foi tudo tão rápido! Mais quem disse que um grande amor precisa de tempo? Provamos que não. Você é a pessoa certa pra mim! Seu amor me fez acreditar que a felicidade realmente existe e agora só quero passar meus melhores momentos com você. Agradeço por você ter aparecido na minha vida, por ter conquistado meu coração e me fazer tão feliz durante esses 5 meses, você simplismente me completa! Você é fundamental pra mim! Já não me enxergo sem você, nem adianta tentar explicar ...
EU TE AMO e VOCÊ é tudo na minha VIDA ♥

Sua Opnião: 

10 Coisas que eu odeio em você!

Odeio o modo como fala comigo, e como corta o cabelo. Odeio o modo como dirige meu carro, e o seu desmazelo... Odeio suas enormes botas de combate, e como consegue ler minha mente . Eu odeio tanto isso em você que até fico doente... Odeio como está sempre certo, e quando você mente. Odeio quando você me faz rir muito, e mais quando me faz chorar... Odeio quando você não está por perto, e o fato de não me ligar. Mas eu odeio principalmente, não conseguir te odiar, nem um pouco, nem mesmo só por 1 segundo , nem mesmo só por te odiar (...)

Sua Opnião: 

- Com você...

17:41 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários
 pude viver de verdade, encontrei minha felicidade.
cada segundo que fico longe de você parecem horas . com você aprendi o que é o amor ... mas também aprendi o que é saudade, realmente pra amar não se tem idade. aprendi o que é precisar tanto de uma única pessoa ou ao menos ouvir a voz dela. mas cada choro bobo que sua falta me faz, é recompensado com um sorriso teu, com um abraço e um beijo, com um euteamo ♥
você me compreende, você me ajuda, você é TUDO pra mim. agradeço todo dia por ter encontrado você ! vou tentar ao máximo te fazer sorrir, te fazer feliz tentar ser tão importante pra você quanto você é pra mim.

Sua Opnião: 

[Feliiiiiz :D]

Na vida aprendemos que nem tudo acontece por acaso;sem querer encontramos,sem mesmo esperar...Alguém. Que nos ensina a sorrir das coisas simples da vida,nos ensina a querer mais do que estar ao lado de uma pessoa.Aprendemos a nos dividir, a sermos o outro. Às vezes pensamos ser impossível que isso aconteça, achamos que isso não passa de um sonho,e que, quando menos esperarmos acordaremos e veremos que tudo não era nada,que passo. Quem sabe não seja melhor pensar que não há limites para sonhar ,principalmente quando esse sonho já é realidade. Vale apena acreditar no amor, é tão bom acordar sabendo que se tem alguém, principalmente quando esse alguém não sabe fazer mais nada além de deixar estampado um sorriso sincero em seu rosto...

Sua Opnião: 

Como uma estrela pelo meu céu,

13:24 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários
como um anjo fora da página, você apareceu na minha vida. Eu sinto que nunca vou ser a mesma... :)

Sua Opnião: 

Re.começando




























Tudo tem seu tempo certo, tudo acontece na hora certa e quando a gente menos espera nossa vida se transforma de uma hora pra outra. Tem dia que nada da certo parece que todos estão contra você, até você mesmo, tem dia que a gente acorda e parece que aquele dia foi feito especialmente pra gente, Tudo na vida tem um preço , se você luta, batalha por aquilo que um dia você sonhou em conquistar, você conquista! Nem que isso leve anos. Os dias foram feitos pra gente aproveitar a cada minuto, e não desperdiçar nenhum um segundo sequer. Tudo tem seu começo meio e fim, e por incrível que pareça a vida também é assim. Por isso, nunca desperdice uma oportunidade, nunca deixe pra amanhã, o que você pode fazer hoje, nunca regrida aquilo que você progrediu. Viva, lute, batalhe e alcance! A vida é curta e linda de ser vivida pra quem sabe aproveitá-la. Nunca deixe as pessoas que você realmente ama, por causa de besteiras, orgulho, Pense que nada nem ninguém pode impedir você de ser feliz, sem que você autorize. Sonhe, mais sempre com os pés no chão. E lembre-se que somente Deus pode mudar algo de lugar, e se ele fizer isso, acredite sempre que foi para o seu bem, e que com certeza algo melhor virá !

Sua Opnião: 

- A nuvem cinzenta passou... levou com ela a grande tempestade que perdurou por muito tempo...



Dificil quando as mudanças acontecem. Mudanças que eu nunca planejei. Mudanças que nem passaram pela minha cabeça, ou até passaram, mas eu as classifiquei impossíveis. Mudanças que me obrigaram a mudar, mesmo eu não querendo, não desejando. Mudanças que mostram que nem tudo é tão perfeito quanto parecia, ou era perfeito e agora passa a não ser mais. Mudanças que me fazem enxergar um alguém que eu não conhecia. Machuca, arranha, grita, dói, mas só eu que percebo isso. Tentativas não adiantam de nada, agora eu não sou mais o que era. Não tenho o poder de mudar as pessoas, principalmente quando elas não querem ser mudadas. Mas tenho o poder de mudar a mim mesma! Para que tudo fique melhor... E agora o verdadeiro amor se fez presente no meu ser! Dentro de mim hoje sai sorrisos verdadeiros e ate incontidos... que até trás lágrimas mas é de tanto sorrir... hoje me olho no espelho e vejo o brilho e naum aqueela imagem desfocada... mas naum me vejo como antes, existem cicatrizes no meu ser... mas naum me importo pq foram elas que realmente me ajudaram a amadurecer!







"a felicidade chega à aqueles que lutam por ela e naum à aqueles que esperam que ela os encontre"
[ E EU??? FELIZZZZZZZZZZZZZ.... MUITOOO FELIZZZZZZZ.... ]



Ps. eu te amo


Sua Opnião: 

- Sim, a tecnologia é mesmo fantástica!

19:14 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários
Só que hoje eu queria sumir com você para um lugar onde não pegue o celular, não pegue a internet, não pegue a televisão, mas que a gente, em compensação, se pegue muito.Não quero um homem que sempre vence, que sempre impressiona, que sempre salva e sorri impecável em dentes brancos e músculos ressaltados por um colan com as cores da bandeira americana.
Você pode ter medo de monstrinhos imaginários e dormir com a porta trancada, pode ficar meio tristinho quando, numa festa cheia de amigos, lembrar que é sozinho no mundo, pode perguntar assustado no meio da noite “aonde você vai” mesmo sabendo que é só um xixi, pode até fazer piada com o seu medo de estar vivo, e pode, inclusive, ficar sério e quieto, de repente, por causa disso também.
Não existe Orkut, não existe Messenger, não existe celular, não existe um supercelular que é máquina fotográfica, Orkut e Messenger ao mesmo tempo. Não existe o décimo quarto andar de um prédio com 8 seguranças lá embaixo. Não existe a balada perfeita com 456 garotas iguais e programadas para te dar um amor levemente inexistente. Não existe esperar que a vida fique mais compacta, mais veloz, mais completa e mais fácil, assim como o computador.
Existe essa coisa simples, antiga e quase esquecida pela possibilidade infinita de se distrair com as mentiras modernas do mundo. Existe o amor, mas onde ele foi parar depois de tudo isso?
Eu não tenho um portão para te esperar, como minha avó um dia esperou pelo meu avô e eles ficaram juntos por 70 anos. Talvez eu também seja engolida por esse mundo que cria tantas facilidades para a gente não sofrer. Tenho medo de que tudo seja uma mentira e de verdade sinto que é, mas ainda acordo feliz todos os dias esperando que ao menos você seja verdade.

Sua Opnião: 

        Amanhecer - 5. Ilha de Esme - 74

_ Não tenha medo. Nós pertencemos um ao outro.
De repente fui dominada pela verdade de minhas palavras. Aquele momento era tão perfeito, tão correto, que não havia dúvidas.
Seus braços me envolveram, apertando-me contra ele, verão e inverno. Eu tinha a sensação de que cada terminação nervosa do meu corpo era um fio desencapado.

_ Para sempre - concordou ele.

Sua Opnião: 

...

. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim!

Sua Opnião: 

- Impulsiva! II

“Sou o que se chama de pessoa impulsiva. Como descrever? Acho que assim: vem-me uma idéia ou um sentimento e eu, em vez de refletir sobre o que me veio, ajo quase que imediatamente. O resultado tem sido meio a meio: às vezes acontece que agi sob uma intuição dessas que ñ falham, às vezes erro completamente, o que prova que ñ se tratava de intuição, mas de simples infantilidade.
Trata-se de saber se devo prosseguir nos meus impulsos. E até que ponto posso controlá-los. Há um perigo! Se reflito demais, deixo de agir. E muitas vezes prova-se depois que eu deveria ter agido. Estou num impasse. Deverei continuar a acertar e a errar, aceitando os resultados resignadamente? Ou devo lutar e tornar-me uma pessoa mais adulta? E também tenho medo de tornar-me adulta demais: eu perderia um dos prazeres do que é um jogo infantil, do que tantas vezes é uma alegria pura. Vou pensar no assunto. E certamente o resultado ainda virá sob a forma de um impulso. Ñ sou madura bastante ainda. Ou nunca serei.”

Sua Opnião: 

- Meu anjo

"Ai ele me abraçou forte e dividiu o calor do seu corpo com o meu. Ofereceu seu ombro, e sua respiração ao pé de meu ouvido. O silêncio ecoou como palavras que sussurravam "meu abrigo é todo seu".
Eu não pensava, só conseguia sentir. E sentir, e sentir, e sentir... Até que a voz dele quebrou o eco com as sílabas certas. Ele adivinhou, exatamente, o que eu queria ouvir. Chorei em seu ombro, sem conseguir explicar aquele impulso.
Um mar de sentimentos foi colocado em jogo. Comprovados ali, na minha frente.
Meu coração ficou sem ar e meu resto sem chão. Podia sentir, claramente, meu corpo flutuar nas mãos dele.
Cada carinho, mais intenso.
Cada beijo, mais profundo.
Cada toque, mais seguro.
Cada troca, mais sincera.
O tempo passava e nos unia cada vez mais.
Eu tinha ele ali, ele me tinha, igualmente. A sincronia mais doce e presente que eu já havia vivido.
Ele dormiu envolvido em meus braços, mimado por meus carinhos e beijocado por todo meu amor. E todo meu amor estava ali, disposto ao seu redor.
A calma do momento entregou o ritmo de nossa respiração. E quando dei por mim, respirávamos juntos. E quando, novamente, dei por mim, pulsávamos juntos. E pus-me a derramar as lágrimas inevitáveis, novamente.
Sorria enquanto olhava pra ele adormecido. Tão lindo, um anjo.
Meu anjo..."

Sua Opnião: 

“Eu queria era dizer diferente, coisas que todo mundo sente, mas não consegue explicar.”

13:12 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários





Sabe qual é o maior problema de escrever? É que se você se apega às palavras, nunca mais pode viver sem elas. Tudo o que você sente, vive, pensa, imagina, tudo mesmo, te dá vontade de escrever, de registrar, de explicar.

Eu escrevo como sonho. Todas as noites é minha rotina ir lá e escrever. Não digo que é um diário, porque odeio contar meu dia. E se conto, sou detalhista demais, e ser detalhista em monotonia não faz sentido. Mas eu percebo - todas as pessoas que se apegaram às palavras não conseguem mais passar um acontecimento sem falar dele. E o pior é quando por mais que você tente explicar você não ter sucesso nisso.

Já tentei explicar sentimento. Quer saber? Não dá. Sempre vai haver uma nova interpretação pra tudo. O que é simples um dia é complicado no outro. Sentimento é x e y. Escrever é x e y. Mas nem por isso parei de tentar, porque eu simplesmente preciso escrever, por motivos que mudam sempre: vontade de colocar coisas pra fora, coisas que você não pode dizer pra outras pessoas, ou acha que elas não vou te escutar ou te entender. Coisas que você precisa explicar pra si mesmo; coisas pra guardar; coisas repentinas.

Mas é preciso ter cuidado com as palavras. É muito mais fácil machucar alguém com elas do que com os punhos. Com palavras dá pra mentir.

Sua Opnião: 

- Impulsiva!

Já contei pra vocês que sou completamente impulsiva?! Se nunca havia lhes dito, fiquem sabendo. quando me da a louca eu faço e aconteço. eu corro, eu grito, falo besteira e depois, principalmente... me arrependo.
Abro feridas que nunca quis que fossem abertas, e não só em mim, nos outros também. e aí vou eu com lágrimas nos olhos pedir desculpas a quem magoei.
Sim ! eu vivo em costantente TPM ! choro assistindo Titanic, brigo por causa de brigadeiro, ofendo até a minha mãe.
Mas dizem que depois da tempestade vem a calmaria, e essa calmaria sou eu. Viro anjo, santa.

eu sou santa, eu sou anjo. mas ao mesmo tempo sou o calor, a raiva e o fogo.

Sua Opnião: 

O melhor remédio pra os problemas do cotidiano é o sorriso, S O R R I A


E tudo será amenizado, as vezes nos deixamos levar por sentimentos sem importancia alguma, isso nos acaba por dentro. Parece até que o coração brinca com a gente, engraçado isso, quando pensamos está acostumados com a situação, ele aperta, dói com um pouco de tempo pode ser que ele se conforme, isso é um bom sinal um pequeno progresso já é um avanço na direção certa.
S O R R I R
e não se esconder atrás dele, apenas nos mostrar como somos, e mesmo quando tudo já não houver mais sentido na sua vida SORRIA e mostre ao mundo o quanto você é forte. "Só assim todo mundo irá supor que és feliz".
Sim, decidi me tornar forte.Sei que isso não vai mudar na velocidade em que eu espero, mas aos poucos isso me tornará uma pessoa melhor. Me encher de dúvidas e medos não me leva a lugar nenhum!



Espere...
Olhe ao seu redor, por mais que tente ver trevas, existirá sempre uma estrela cadente, onde caberá um pedido seu. Espere...


- Eu te amo! :)

Sua Opnião: 

- Felicidade :D

A felicidade, gira em torno de algo simples, na verdade o fato é que é mais fácil ser feliz do que triste, quando se está feliz, tudo está bom, e não há com o que se preocupar, nem mesmo com a chuva ou os trovões, é tudo normal, já se sabe que vai passar, e pra que complicar, pensar no que pode acontecer, é claro que tudo desperta uma certa curiosidade, “um gelinho nas costas”. O mais interessante é que quando se sente aquela vontade de sumir, acho que nem em marte, eu me sentiria bem, até de marte eu iria querer sumir, mas quando se está tudo bem, até o mesmo lugar de 15 anos atrás me faz bem, é, é estranho. Porém quando se está feliz até o mais estranho é normal, por que se está feliz, e literalmente foda-se tudo, assim uma coisa vai levando a outra, ai eu me pergunto, por que uma coisa que possa levar a felicidade de alguém, acaba se tornando o encomodo dos outros, será que isso acaba trazendo felicidade para alguém, ou é só inveja, “Tô nem ai se estou falando besteira, estou feliz”.


-O QUE IMPORTA MESMO È A FORMA E A QUALIDADE, OU A VERDADE E A INTENSIDADE ?? PERGUNTAR OU RESPONDER?? PENSAR!

Sua Opnião: 

- A-m-i-z-a-d-e!

10:37 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários

- Acredito que os meus amigos são minha segunda família, são as pessoas que estão comigo quando o chão parece se abrir debaixo dos meus pés, e são também aquelas pessoas que compartilham alegria comigo! Já tentei me imaginar sem eles, mas é impossivel viver sem amigos. Nos momentos em que mais precisei de alguém para me escutar, eles estavam lá.. quando estava prestes a cometer um erro, ele abriram meus olhos. Sou grata por tudo o que vc's já fizeram por mim, e sei que sem vocês, nada teria graça! Cada um com seu jeito ser, e é isso que nos torna unidos, temos milhares de coisas em comuns. Personalidades diferentes que se completam! É sim difícil encontrar amizades verdadeiras, mas elas existem e eu tenho como provar, porque esses são os meus melhores amigos!
_



Amigos são como o vento...
É impossível prendê-los entre as mãos...
Eles às vezes têm outra direção,
Um caminho que não é o nosso...
Amigos são como o vento...
As vezes “furacão“, invadindo nossas vidas...
As vezes “brisa“, acariciando nossa alma.
Amigos são como vento...
As vezes perto, as vezes longe...
Mas eternamente em nosso coração!

Sua Opnião: 

Vida simples, vida intensa...

Eu ignoro, não me stresso!Simplesmente, prefiro não perder meu tempo com bobagens. para que ligar para coisinhas pequenas, boatos, futilidades, fofocas, mentiras, que não vão me acrescentar nada de postivo? a vida é boa demais pra ser insignificante. e eu escolhi não aproveitá-la de um jeito medíocre. Para que stress? para que materialismo exarcebado? para que mágoas remoídas? para que individualismo? para que tanta aparência? isso tudo só leva a uma coisa: nada. a vida é agora... e ela pode ser boa demais para se resumir a somente isso. aproveite-a!

_

É incrível nada desvia o destino. Hoje, tudo faz sentido e ainda há tanto a aprender... e a vida tão generosa comigo, veio de amigo a amigo, me apresentar a você.

Ps. Eu te amo.

Sua Opnião: 

- Cansa.

19:30 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários
“E chega um determinado tempo que você cansa de esperar por um gesto legal de uma pessoa, então é aí que você resolve ser mais feliz e cuidar mais da sua vida, sem se preocupar com o amanhã, buscando sempre dar o melhor de si. Eu demorei, mas aprendi, hoje eu aprendi que não preciso de ninguém pra eu ser feliz, aprendi que palavras são só palavras e que as pessoas hoje em dia dizem um EU TE AMO como se fosse um BOM DIA, pra que isso? Pra que tanta ilusão? Por que as pessoas já não são tão sinceras como antes? ou será que nunca foram? E é nesse ponto e por esse ponto que eu digo: Palavras são só palavras, só começam a valer quando comprovadas. Na verdade eu não preciso de muita coisa, eu quero mais que palavras, eu quero atitudes sinceras, além de amar, que entenda. Se não for pra me fazer emoções verdadeiras, por favor não tire meus pés do chão com a única intenção de momentos, de coisas passageiras. VERDADE SEMPRE. “



_


Créditos: Fernanda Braga.

Sua Opnião: 

- CUIDE DA SUA MENINA (♥


Eu sei que você pensa coisas do tipo:" como ela me sufoca, como ela me prende, como ela é ciumenta, como ela é chata, como ela consegue brigar tanto... eu quero sair hoje, eu não quero ir lá, eu não quero fazer isso que ela quer". Eu sei que você pensa muita coisa sobre ela, das melhores até as piores. Eu também sei que você pensa coisas assim: "que linda que ela está... que cheirinho bom, que carinho gostoso... que saudade ruim! que bom estar com ela, que abraço bom, eu amo ela". Eu sei que apesar dela não te impedir de sair ou você não deixar que ela te impeça, você sente falta de sair, curtir sem dar satisfação, sente falta de ir pra night e poder ficar com várias. sente falta de dar uma pegada diferente, de sair por aí, de curtir com teus amigos, sem preocupação. sente falta de bocas, gostos, sabores, corpos e assuntos diferentes. Eu sei de tudo isso, mas ELA sabe? Provavelmente a sua menina deve pensar coisas desse tipo pelo fato de toda menina pensar assim, mas concerteza ela deve imaginar que você a ama sem limites e que vocês realmente são eternos. Mas eu sei que apesar das coisas que você deseja na ausência dela, você também pensa em estar com ela toda hora, sente uma falta doida dela, gosta dos abraços, beijos, carinhos, do jeitinho de rir, de falar besteira, o jeito de pedir desculpa, das brincadeirinhas de vocês, de conversar e poder saber que você pode contar com ela.
Sim, você realmente a ama do fundo do coração e ela é a menina mais linda do mundo. Como você pode pensar tanta coisa assim de uma só menina? da SUA menina. eu sei o que você pensa e sei também o que ela pensa, para não fazer você perder teu tempo com palavras românticas e cansativas que ela deve lhe falar normalmente e escrever também, e você já não presta mais tanta atenção. Ela te ama muito, com uma intensidade sem limites, quer o teu melhor, quer o teu bem. Ela também pensa algumas coisas ruins sobre você e tu também a irrita, mas isso passa em segundos, esses pensamentos saem da mente. Com o tempo que vocês estão, ela aprendeu a lidar contigo e vice e versa. Com o tempo ela sabe o que te irrita, o que te faz bem e você também sabe tudo sobre ela. Mas e esses seus pensamentos não saem da sua cabeça tão facilmente, e a sua menina te irrita muitas vezes sem nem ao menos ter a intenção. Você sai com frequência, às vezes se esquece dela, às vezes não lembra de alguma coisa que ela pediu, às vezes você vai esquecendo, simplesmente esquecendo. E a tal menina? ela chora, ela fica triste, ela acha que você simplesmente não a ama... mesmo que não seja isso que esteja acontecendo, você 'apenas' esqueceu. Será que você realmente está esquecendo? Apenas esquecendo? Você já parou pra pensar nela como você pensava antes? você já olhou bem pra ela e viu o brilho nos seus olhos? e como ela se esforça pra te deixar feliz? deveria, REALMENTE DEVERIA!
Depois de tudo o que vocês viveram, você deveria. E a sua menina? Continua com os mesmos pensamentos tristes, e sem razão se sente lesada e deixada de lado, e com o medo constante de te perder. Você realmente acha que essa menina, a sua menina, insisto em dizer, não é mais importante que uma curtição, que momentos com os amigos, melhor que qualquer night? Se acha ou não, a menina já tirou suas próprias conclusões e já se feriu o bastante. Você está preparado para perdê-la? se estiver... BUM! perdeu, e agora? E agora se prepara pra night, pra curtir outros corpos e outros gostos, e voltar pra casa e se deparar sozinho sem ter alguém pra abraçar, sem ninguém pra ligar e contar seu dia, seus problemas, sem poder dizer TE AMO. E a menina? Ela cresceu, não é mais a sua menina, ela não te entendeu. Até que um dia você encontra a mulher que um dia foi a sua menina e ela está mais linda do que nunca, e em sua cabeça os pensamentos que a tanto tempo quando estava com ela não existiam mais... esses pensamentos voltam e as palavras EU TE AMO, VOLTA PRA MIM passam subitamente em sua cabeça. e a mulher? Bom, ela te dá um beijo no rosto e vai embora... e agora eu ainda sei o que você pensa. E ela, sabe? Preste atenção em quem você ama! e cuide da SUA MENINA!
_


Não deixe a sua menina crescer sem saber q é com ela q vc quer estar, perceba antes do fim q ela é mais importante que TUDO, e lute pelo seu amr, pra vc não se arrepender depois. Para não precisar ganhar um beijo no rosto e ver a "sua menina" ir embora!!! (

Sua Opnião: 

- :)

12:37 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários
- Diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.

_

Por isso viva intensamente tudo o que você puder viver! Pois amanhã já é um novo dia... e viver do que passou não é legal! ;D

Sua Opnião: 

___

12:01 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários
- A cada dia que passa eu sinto que meu amor por você vai crescendo cada vez mais e a minha vontade de te ver, de ouvir a sua voz vai crescendo dentro de mim que as vezes da vontade de sair correndo daqui e ir até você. Porque hoje eu tenho toda a certeza que é só com você que eu encontro a felicidade. Hoje eu só quero te amar e dedicar o meu amor a você. Porque você merece isso e eu preciso disso... pra viver! -

Sua Opnião: 

' =P

' Taxada de mimada, Rapunzel aprisionada!Eu nem vou ligar.
...Admito, eu vivo maquiada
Minha vida é mesmo tão sofisticada! Saiba, esse glamour não dura o tempo inteiro!...
A princesa também sente, chora, sofre, sonha e ouve não. Eu prefiro a verdade a essa discutível perfeição. A princesa também briga, encrenca, berra e fala palavrão.
Me recuso a buscar essa discutível perfeição.
Respeite meus longos anos de estrada
De boba é que eu não tenho nada, não! ...'

Sua Opnião: 

- Pensando...

10:48 Postado por Yanne Lívia. 0 comentários
É fácil inventar uma razão, um motivo aparentemente lógico, para qualquer coisa. Mas sua vida pode ser muito mais do que um amontoado de desculpas lógicas. Sua vida é muito mais do que qualquer razão para desistir de um sonho.
Sua vida é muito mais do que seu passado ruim, suas experiências de dor e seus medos ancestrais. Sua vida é tudo o que ainda virá. Não importam os limites do seu passado, eles não existem mais. Seu futuro pode ser tudo o que você desejar.
Escolha os companheiros de viagem... e vá. Por isso, toda vez que "escutar uma voz dentro de você dizendo `Você não é um pintor`, então pinte sem parar, de todos os modos possíveis, e aquela voz será silenciada.", como afirmou Van Gogh, um dos maiores pintores da história. Substitua a palavra "pintor" por engenheiro, jornalista, arquiteto, policial, mãe, professor, motorista, cantor, ator, escritor.... ou o que você desejar. E acredite nisso: sua mente e seu corpo são obrigados a seguirem as suas decisões, suas ações e suas crenças.

Silencie a voz que tenta derrubar você. Porque ela pode até ser lógica, mas é falsa. Não acredite nela!

Sua Opnião: 

- Das decisões do amor.

É engraçado como a vida de um modo ou de outro nos faz crescer forçadamente, e a tomar decisões que não gostariamos de tomar. Eu tenho me sentido muito mal vendo minha capacidade de amar um pouco perdida. Sabe quando você quer dar muito mais do que pode ? Sabe quando dizer eu te amo já não é mais suficiente pra expressar o seu amor? Quando você quer fazer tudo diferente, mas acaba fazendo tudo igual? Quando você não sabe realmente mais o que fazer e ainda assim pensa no que poderia fazer? Tenho me confundido na tentativa de te decifrar, todos os dias.Mas confusa, perdida, sozinha, minha única certeza é que de cada vez aumenta ainda mais minha necessidade de ti.Torna-se desesperada, urgente. Eu já não sei o que faço.



"Eu só queria dizer que nós não amamos as pessoas que amamos por elas serem perfeitas... Nós amamos as pessoas que amamos, por elas serem quem são."
(Brothers and Sisters)

Sua Opnião: 

_

Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser as pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.