Impulsos do amor

segunda-feira, 17 de maio de 2010 15:52 Postado por Yanne Lívia.

Então fechei meus olhos, e deixei meus extintos me levarem! Num eterno abraço e beijo de emoção! Ele não podia ler meus pensamentos, mas podia sentir meu coração. Num estalar de segundos, para mim o tempo era eterno, e as emoções não paravam. O coração palpitava, a mão gelava, o sangue corria e meu
coração pulsava. Num segundo eterno eu não pensava, apenas me realizava!

Sua Opnião: 

0 Response to "Impulsos do amor"

Postar um comentário

Todo blogueiro sabe que a opinião de seus leitores é importante, então fique à vontade para expor a sua opinião. Obrigada :)

_

Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser as pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.