Ao meu amado

sábado, 5 de junho de 2010 11:22 Postado por Yanne Lívia.
(...) Tem alguma coisa no jeito como ele me olha que me faz sentir vontade de nunca deixá-lo, nem para voltar pra casa, na verdade me sinto como se a minha casa fosse qualquer lugar onde eu pudesse tê-lo bem perto de mim. Às vezes paro e fico olhando pra ele, na verdade fico contemplando-o enquanto ele fala, com minha cara de boba, até que chega uma hora em que as palavras começam a entrar rapidamente pelos meus ouvidos sem ao menos dar tempo deu distingui-las e arrumá-las pra que formem uma frase coerente antes que deslizem para fora dos ouvidos. Quando ele percebe minha distração sempre quer saber o que houve, mas eu respondo que não é nada. Como eu poderia explicar em palavras toda alegria que sinto ao olhar naqueles olhos sinceros? Me parece difícil explicar o que só o sentimento traduz. Um sentimento incondicional visto através daquele olhar desinibido.

Sua Opnião: 

1 Response to "Ao meu amado"

  1. @herickmelo Says:

    seguindo , me segu http://herickmelo.blogspot.com/

Postar um comentário

Todo blogueiro sabe que a opinião de seus leitores é importante, então fique à vontade para expor a sua opinião. Obrigada :)

_

Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser as pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.