Sim, eu sou feliz!

terça-feira, 5 de outubro de 2010 11:48 Postado por Yanne Lívia.
Muitos me perguntam "você é feliz?" pelo simples fato de eu ser mãe adolescente, na rua me param e perguntam "você está grávida, tão jovem?" ja me chamaram de doida, falaram que não tenho juizo, que eu devia abortar... falam milhões de coisas. As vezes eu penso .. "se eu ligasse pro que as pessoas falam, eu realmente não seria feliz" o problema é que as pessoas ainda tem uma pensamento muito 'fechado' pra coisas do tipo, pra muitos ser mãe adolescente é o fim do mundo, acham que o aborto é a melhor solução porque pensam que uma adolescente nunca vai ser uma boa mãe... esse tipo de coisa me 'revolta' garanto que MUITA adolescente por ae ta sendo uma mãe melhor do que as mais velhas. Porque maturidade não é idade! A partir do momento que se descobre uma gravidez.. aos longos dos meses você passa por muita coisa, preconceito, pessoas olhando torto, brigas com a familia etc... e isso só ajuda a amadurecer! E no final acaba sendo uma felicidade tão grande que chega a encomodar os outros... ser mãe é uma dadiva divina, muitas tentam ser e não conseguem e outras quando conseguem decidem abortar .. aliás, não é abortar.. é assassinar.
Hoje posso dizer, e tenho orgulho de dizer que sou mãe, sou nova e acima de tudo sou feliz!

Sua Opnião: 

2 Response to "Sim, eu sou feliz!"

  1. João neto vianna Says:

    muito lindo, a capacidade de tocar em certos assuntos...gostei mesmo
    muito bacana o blog segue o meu tambem
    www.blogquasevida.blogspot.com

  2. Anônimo Says:

    Parabéns pelo que escreveu. Estou lendo em 30/10/2012 e gostaria de ler suas novidades a esse respeito, quem sabe aqui neste blog.

Postar um comentário

Todo blogueiro sabe que a opinião de seus leitores é importante, então fique à vontade para expor a sua opinião. Obrigada :)

_

Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser as pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.